.

"POIS AS MAIORES DESCOBERTAS FORAM FEITAS POR QUEM ESTAVA SIMPLESMENTE FUÇANDO ..." - LUCAS STEFANO DA COSTA AMORIM - AUTOR DO BLOG " PODE FUÇAR ..." Sinta-se a vontade para comentar , opinar , esculhambar , ou recomendar este blog. Caso você queira comentar , porém não deseja se identificar , basta ir em "Comentários," e ao selecionar uma opção de perfis selecionar a opção "Anônimo" . Não o repreenderei por isso. Afinal, todos temos liberdade de expressar nossas opiniões como quisermos. Comentar não engorda. As pessoas sim ficam gordas ( não encare isso como uma apologia a anorexia , é apenas um trechinho de humor . )

domingo, 4 de julho de 2010

Diga não ao machismo.


Por Lucas, Bragança (PA)


Um dia eu estava assistindo (ou melhor,espiando) a novela das seis da Rede Globo "Escrito nas estrelas".Não estava espiando a novela por causa do tema (o espiritismo),tema esse que eu particularmente acho um absurdo,mas não entrarei em detalhes quanto a isso.Eu estava olhando ela por causa de umas cenas muito interessantes que estavam passando ,e que falavam sobre um tema muito debatido na sociedade brasileira: o machismo. Pra falar sobre esse tema,o autor da novela resolveu recorrer ao seguinte enredo: um garoto na faixa etária de seus,sei lá,15 ,16 anos,tem o sonho de se tornar um bailarino profissional.Ele até recebe o apoio incondicional da mãe,que no passado já teve uma carreira artística embasada no balé,mas que deixou essa carreira ao se juntar com seu atual marido,e pai do tal garoto.O menino leva o negócio a sério,e até começa a fazer aulas de balé e a se interessar muito pela dança clássica.O pai do menino,acha que a escolha do filho representa uma vergonha ,para o que ele conhece até então como "masculinidade".Segundo o tal pai,o garoto não deveria estudar balé,e sim fazer karatê,judô,pata ti e pata tá...enfim,coisas que o pai considera como "coisas de macho" .Aí o autor começa a disuctir de uma maneira super-legal sobre um dos vários tabus vividos hoje na sociedade conteporânea e que muita das vezes prima uma visão distorcida do mundo como se fosse um padrão de sociedade a ser seguido:o machismo.Trocando ligeiramente em miúdos.Se formos analisar um pouco mais a história do garoto bailarino,o pai dele talvez tenha sido no passado um daqueles jovens que ainda se vê hoje em dia e que recebeu uma criação áspera e até mesmo antiquada de seus pais (principalmente do pai),na qual lhe foi passada idéias de que ser durão,se masturbar,falar palavrões,"pegar" tudo quanto é mulher por aí,fazer sexo á vontade e praticar esportes que envolvam força física ( tipo vôlei,karatê,judô e etc...) devem ser vistas como coisas que revelam,e afirmam a masculinidade do homem. Se eu fosse lá dizer ( pro personagem da história,não pro ator) que ele está redondamente enganado,acho que eu sairia de lá sem um dente,ou dois talvez ( rsrsrs).Todos nós,pessoas que vivemos em um mundo moderno,"chapado" ,por assim dizer, de uma quantidade estratosférica de informações,sabemos que esses conceitos sobre masculinidade são totalmente distorcidos,e até mesmo ultrapassados. É uma pena que ainda existam pais que criam seus filhos (garotos e garotas),repassando essas idéias machistas e ultrapassadas sobre o mundo em que vivemos. Por exemplo:Dá pra se ver claramente ,que ainda hoje existem pais que deixam o filho (garoto no caso) passar a noite fora na gandaia,transando com tudo quanto é garota,consumindo bebida alcoólica até rachar o fígado (acho que eu forcei um pouco a coisa,mas deu pra entender),e quando o cara chega em casa , porre e cansado,só querendo saber de uma cama na sua frente,os pais o recebem com o maior orgulho por receberm um filho "porre", bem verdade,mas "macho" debaixo do seu teto.Agora,se a filha for só na esquina namorar um pouquinho com o parceiro ,ela corre até o risco de quase ser escurraçada de casa,mesmo que esteja só dando uns beijinhos (só em alguns casos isso acontece, não se desesperem). Que é isso gente. A que ponto nós estamos chegando. Gente ,ser homem vai muito além de fazer essas coisas,coisas essas que eu acho totalmente erradas.

Ser homem é assumir responsabilidades,arcar com as consequências dos seus erros,levar compromissos amorosos á sério,saber respeitar uma mulher,beber,mas com moderação,fazer sexo sim Senhor,mas não da maneira que estamos acostumados a ver( de forma doida e densenfreada),e de preferência dentro do casamento,a forma ainda mais segura de se manter viva a longo prazo uma relação amorosa... entre outras as coisas que estão em um ponto de vista bem distante dessas concepções "tortas" de maculinidade.
Enfim,já está bem na hora da nossa sociedade mudar sua maneira de pensar,e colocar um basta definitivo no machismo.


Visitem tabém o site que fala exclusivamente sobre o assunto:


Boa leitura.

2 comentários:

  1. ODEIO machismo ma sfeminismo exacerbado não dá. Não dá.

    ResponderExcluir
  2. ofensiva contra o machismo6 de julho de 2010 16:05

    Agradeçemos a indicação
    Feminismo @contramachismo para uma sociedade com direitos efetivamente iguais, sem preconceitos, sem homofobia, sem violencia contra mulher, com autonomia economica e do corpo das mulheres

    ResponderExcluir